Centella Asiática

Centella Asiática Anti-celulítico 60 cápsulas

Baixe a bula

A CETELLA ASIATICA é um fitoterápico indicada no tratamento da celulite.

Ativa a circulação sanguínea, sendo utilizada como coadjuvante no tratamento das doenças vasculares periféricas, como diurético e digestivo (estomacal e intestinal).

R$ 55,00


Centella Asiática x Celulite... Quem vence essa batalha??

A Centella asiática ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo, aumentando a oferta de nutrientes necessários para a regeneração das celulites.

Ela também estimula a síntese de colágeno e impede sua reabsorção, garantindo uma pele mais firme, com menores inflamações (celulites) e fortalecendo os vasos sanguíneos.

A centella asiática também atua na dissolução dos nódulos de gordura da celulite, ao mesmo tempo em que reduz o tecido fibroso (a trama de colágeno) aprisionado entre as células de gordura.

RESUMINDO: ajuda a diminuir a celulite porque nutre o tecido inflamado, estimula a produção de colágeno, favorece a eliminação das células de gordura e diminui a retenção de líquido entre as camadas da pele.
Gostou dessa dica?? Curta, Compartilhe,Salve, Comente.

Entre em contato para conversar com a nossa farmacêutica para prescrição de fórmulas personalizadas, considerando suas características individuais, e informações sobre contra indicação e reações adversas.

Vem comigo que é sucesso!!
Dra. Izabela de Castro Polisseni Loque
CRFMG 25.982

#emagrecer #emagrecercomsaude #emagrecerdevez #emagrecersaudavel #emagrecersemsofrer #emagrecercerto #emagrecercomendo #emagrecercomsaúde #reeducaçãoalimentar #perderpeso #emagrecereaparecer #saude #saudavel #saúde #dieta #nutrição #emagrecendo #saudável #reeducaçaoalimentarja #alimentaçãosaudavel #saudávelparasempre #fitnessmodel #reeducaçaoalimentar #fitnessgirl #nutricao #emagrecimento #emagrecerrapido #saudebemestar #emagreceragora #saúdebemestar

Composição

Centella Asiatica 500mg

Excipiente QSP, 1 cápsula

Modo de usar

Tomar 1 cápsula, 2 vezes por dia.

Validade

4 meses

Advertência
1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças e animais domésticos.
8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
9. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
10. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
11. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
12. Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
13. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

Toxicidade/Contraindicações A presença de taninos contraindica seu emprego, a longo praz,o por via oral em casos de gastrites e úlcera gastrointestinal. Não se recomenda em epilepsia, hiperlipidemia e durante a gestação.

Doses excessivas podem interferir com terapia hipoglicêmica em curso e aumentar as concentrações séricas de colesterol.

É Contra-indicado em casos de alergia grave às plantas da família Apiaceae.

Reações adversas: em altas doses pode provocar sonolência, fotossensibilidade, fraqueza e dor de cabeça, vertigem, hipotensão arterial e dermatites de contato.

Referências Bibliográficas

ALONSO J. Tratado de Fitofármacos y Neutracéuticos, 1°ed, Argentina, 2004.

ÁVILA, L. C. Índice terapêutico fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013.

LORENZI, H.; MATOS, F. J. A. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas cultivadas. 2 ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2008. TESKE, M.; TRENTINI, A. M.M. Herbarium compêndio de fitoterapia. 3 ed. Curitiba, 1997.

Fitoterapia Magistral – Anfarmag

Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Conheça nossos fornecedores